Páginas

sábado, 3 de julho de 2010

Mini Fanfic - Don't Wanna Miss a Thing


Bom, vou postar essa Mini Fanfic só pra aquecer hehe, vamos lá, preparem os lenços:

PS: é ENORME

~ I don't wanna miss a thing ~

"Don't want to close my eyes,
I don't want to fall asleep,
Cause I'd miss you babe,
And I don't want to miss a thing..."

~~Flashback~~


_ Ahhh claro... _ Demi deu espaço para o rapaz passar. O mais lindo que já tinha visto. Ele se sentou ao seu lado e olhou para o túnel no qual o metrô estava passando. Depois olhou para ela que olhava para as mãos, pensando. Ela tinha o rosto perfeito. Traços delicados mas feições fortes... Era um anjo que sabia ser mau de vez em quando. Ele tentou não transparecer o que estava pensando. Olhou para fora de novo enquanto ela olhava para ele. Era lindo... Cabelos castanho escuro perfeitos. E que olhos eram aqueles? Pareciam o espelho de algo nunca desvendado... Talvez não fôsse os olhos e sim a maneira de olhar... Era lindo...
Mas do que adiantava? Qual a probabilidade de um flerte no metrô dar certo?!
Ela virou o rosto quando percebeu que ele estava a olhando pelo canto do olho. Os dois ficaram calados com as mãos sobre as pernas.
Joe pensou a única coisa que seria sensata.
"Das duas uma: ou ela vai com minha cara ou me dá um fora... O que pode dar errado? Tá... Ela me dar o fora..."

_ Err... Oi. _ ele disse, olhando para ela e sorrindo. Demi sentiu o rosto ficar quente.
_ Oi... _ disse baixo ,sorrindo. Joe sorriu ao ver o rosto dela ficar vermelho.
_ Sou Joe Jonas. _ estendeu a mão.
Demi apertou.
_ Demi Lovato.
Os dois ficaram segurando a mão do outro. Demi mergulhou no olhar dele. Era fixo, mas não era sem vida... Era tão vivo que parecia os olhos de uma criança a olhando.
_ Prazer... _ ele disse, soltando a mão dela devagar enquanto analisava o rosto perfeito da garota.
_ O prazer é meu... Err... Vai pra onde?
_ Para o trabalho, e você?
_ É... também...
Os dois ficaram balançando a cabeça olhando para o outro.
_ Err... Pode me chamar de Demi... _ ela falou, lembrando que preferia o apelido.
_ Bem... Ok Demi... Pode me chamar de Joe mesmo... Ou do que quiser... As pessoas tem uma leve queda por me dar apelidos e vice-versa... _ disse rindo. Demi riu junto, ele podia ter vários apelidos, não mudava em nada a beleza sobrenatural que tinha visto nele. _ Aliás... Você tem cara de anjo, sabia?
Demi parou de rir e olhou para ele.
_ Anjo?
_ É... Uma beleza que impressiona... Um brilho no olhar que acalma, mas uma força que não conseguimos adivinhar de onde vem...
Demi ouviu aquilo boquiaberta. Joe parou de falar e ficou olhando para ela. Ele sempre falava as coisas sem pensar que as pessoas poderiam não entender e no final sempre tinha aquele silêncio constrangedor, em que ele não sabia se pedia desculpas ou se continuava de onde tinha parado.
_ Nossa... Você... Você acha isso?
_ Acho. _ disse com um semblante tranqüilo, olhando para ela.
_ Err... Obrigada... Eu... Eu... Err nunca tinham me falado isso...
_ Deviam. _ ele completou, sendo novamente sincero.
Demi olhou para aquele rapaz ao seu lado. Ele não podia ser real. Nenhum homem falava aquilo sem ser só para agarrar a mulher, mas... Ele falava olhando nos olhos dela. Ele era lindo, e falava coisas perfeitas parecendo que nem ao menos pensava muito para dizer aquilo, ao mesmo tempo que as palavras pareciam ser escolhidas a dedo... Tá... Aquilo só devia ser uma boa impressão... Não existia ninguém daquele jeito!
_ Hummm... Bem eu... Eu.. Não sei o que...
_ É... Nem eu. _ Joe disse, sem pensar de novo. Decidiu tentar ficar calado ou ela pensaria que era um idiota ou louco.
Os dois permaneceram calados por mais um tempo até perceberem que estavam chegando em seu destino.
_ Eu... Vou descer no próximo...
_ Eu também. _ Demi, olhando para fora rápido antes de olhar para ele, que sorria.
_ Você... Tem... Telefone. Não tem?
_ Eu? _ "Nãoo.. O presidente da Mongólia, sua idiota!", balançou a cabeça, deixando de pensar besteira e sorriu. _ Tenho...
_ Seria rude te pedir?
_ AHH Não! _ gritou, controlando a voz em seguida. _ Quer dizer... De modo algum... _ pegou um pedaço de papel e escreveu o número do celular. Ele pegou olhando para os números e sorrindo.
_ Ok...
O veículo parou e os dois saíram lado a lado, sorrindo para o chão. Ele se virou para a direita enquanto ela já ia se dirigindo para a esquerda.
_ Bem... Tchau então... _ ele disse andando de costas, olhando para ela, que sorria.
_ Tchau... _ ela retribuiu o sorriso e se virou com um sorriso animado no rosto, depois olhou para trás e analisou o corpo do rapaz por uma última vez, mesmo se ele não fosse real... A bunda dele era a mais perfeita que já tinha visto. Riu e se virou continuando o caminho.


_ Viu a Angelina Jolie cara? _ Nick perguntou quando Joe chegou no trabalho.
_ Não... Eu vi um anjo... _ Joe, se sentando e olhando para frente sem foco. Nick olhou para o amigo sorrindo.
_ Nossa... E esse anjo te deu bola? _ Nick prosseguiu, fazendo uma cara sem vergonha enquanto cutucava o amigo para lhe dar atenção.
_ Não... Mas me deu o telefone... _ Joe olhou para o amigo de repente. _ Cara... Ela é perfeita... Perfeita.! _Disse devagar.
Nick Jonas balançou a cabeça, olhando para ele, e mordeu o canto da boca, parecendo estar fazendo uma careta.
_ Tá... Acho que você tá caído cara.... Parece meu cachorro quando vê a cadela da vizinha... Digo... A cadela que pertence a vizinha... Digo... De qualquer modo... Aquela gorda não é muito diferente disso... _ Nick ficou falando, olhando para o nada, pensando.
_ Naada a ver cara... _ Joe falou, acordando de repente e balançando a cabeça com uma risada irônica, enquanto Nick enrrugava a testa em sinal de indignação e começou a fazer o que tinha que fazer.
_ É... Você tem razão... Eu acho que ela se parece mais com o baby... Sabe? Aquele porquinho do filme? Joe riu e deixou de prestar atenção nas bobagens do amigo. Aquele rosto não saia da sua cabeça... O rosto de um anjo...


_ Uau... Se o metrô te deixa desse jeito acho que vou começar a vir com você... _ Miley falou para Demi quando esta se sentou ao seu lado sorrindo para o nada.
_ Não é o metrô... Miley... Eu vi o homem perfeito hoje... Lindo, educado e que fala coisas maravilhosas mesmo quando não te conhece... Ele... Ele me chamou de anjo... _ disse abobada para a amiga. Miley levantou as sombrancelhas sorrindo.
_ Sério? Nossa... E ele é tão lindo assim?
_ Perfeito... Parece aqueles caras de histórias de princesa sabe? Os cabelos castanho escuro e perfeitos e olhos castanhos esverdeados que são penetrantes... Realmente o sinônimo de perfeição...
_ Opa... Eu tenho mesmo que vir com você... Esse é o tipo de coisa que não se vê todo dia...
_ Ele pegou meu telefone...
_ NÃO?! Então ele vai te ligar... _ olhando para ela como se Jared Leto de repente ligasse para o celular da amiga.
_ Acha? _ Demi olhando para ela sorrindo, mas curvou os ombros e olhou para o chão. _ Ahhh Miley sei lá... Eles nunca ligam... Ele só deve ser mais um desses conquistadores sabe?... Ele não vai se lembrar de mim daqui uns dez minutos...
_ Mas você vai se lembrar dele... Pense positivo Demi... Desde que terminou com seu último namorado, que era um idiota se permite dizer, você nunca mais deu chance pra nenhum cara... E olha que homens lindos vieram falar com você!
_ Nahh... Besteira... _ disse sorrindo com o pensamento no olhar daquele rapaz...



Demi chegou em casa e pegou o cachorro no colo. Lhe fez um carinho e se sentou no sofá. Quem dera se aquele rapaz lhe...
Olhou para o lado, o celular chamava na sua bolsa. Pegou sem pensar nada de especial, talvez fôsse Miley porque tinha esquecido a maquiagem em cima da mesa.
_ Alô?
_ Demi... _ uma voz perfeita respondeu do outro lado, Demi sentiu como se o corpo decolasse de repente, não acreditava que existisse um homem tão lindo que pudesse ligar para ela tão rápido!
_ Jo... Jo... Joe?
_ Err... Oi... Eu... Estava aqui, pensando em você... E... Te incomodo? _ a voz dele ficou meio apavorada.
_ NÃO! _ falou mais alto do que queria. Diminuindo a voz em seguida. _ Quer dizer... Eu estava a toa mesmo...
_ Humm... É... Demi, eu... Você vai estar lá na mesma hora amanhã? _ ele se deu um soco na perna, aquilo era coisa que se perguntasse? O apropriado era pelo menos falar que a achava linda.
_ Ahhh vou... E você?
_ Vou... Bem, então acho que vamos nos ver né?
_ É... _ disse sorrindo.
_ Demi?
_ Hum?
_ É... Bem... Então amanhã a gente pode combinar alguma coisa, não acha?
_ ACHO! _ mais uma vez teve que reduzir o tom _ . Quer dizer... Claro..._ Sorriu.
_ Ótimo... Então... Até amanhã... E... Boa noite... _ deu um sorriso, lembrando do rosto da garota _ ...Anjo.
Demi deu um sorriso de orelha a orelha.
_ Boa noite...
Desligaram.


_Não faz isso! Você tá doido? _ Demi disse, rindo.
Joe abria a porta da casa do patrão, rindo.
_ Shiii ninguém vai ver... Ele só chega amanhã... Vem... _ Ele a puxou para dentro quando a porta se abriu com um clic.
Joe a conduziu pela casa enorme. Foram direto para a piscina atrás da casa. Atrás deles vinham Nick e Miley sorrindo.
_ Não façam muito barulho ou os empregados podem acordar... _ Joe disse olhando para trás. Pegou Demi no colo e se sentou numa cadeira ao lado.
_ Você é doido.. ._ ela se segurando na nuca dele.
_ Por você... _ deu um sorriso e um selinho na namorada. _ Vamo?_ disse apontando para a piscina.
_ Uhum... _ Ela sorrindo. Os dois se despiram ficando com roupas de banho.
Entraram na piscina devagar. Nick e Miley tinham desaparecido nos fundos da casa.
Joe a puxou pelo braço e a colocou entre suas pernas, a água estava mais fria do que pretendiam.
_ Você devia mesmo fazer isso?
_ Devia... Eu e Nick vamos ser promovidos amanhã... E tem modo melhor de comemorar do que analisando o lugar onde isso será feito?
_ Tá... E se alguém pegar agente?
_ Não pegam...
Joe a beijou enquanto a garota o abraçava. Ela tremia pelo frio mas o corpo dele estava tão quente que poderia estar no Ártico daquele jeito que não iria ficar nem um pouco mal.
Ouviram um barulho de coisas caindo nos fundos da casa. Demi e Joe olharam para o lado e deram de cara com Miley e Nick correndo até eles.
_ Eu falei pra ele não se sentar naquela coisa... _ Miley parou ao lado da piscina. Nick Jonas ria descontrolado.
_ Mas era tão... _ Nick tentou dizer, rindo.
Uma luz se acendeu dentro da casa.
Os quatro trocaram olhares preocupados. Joe saiu da piscina apressado, ajudando Demi logo depois.
Pegaram suas roupas e saíram correndo dentro da casa. Ouviram passos descendo a escada, correram mais rápido e saíram sem fechar a porta.
Entraram em seus carros e saíram rindo, era mais uma saída de casal que saiam correndo, eles nunca tinham juízo quando os quatro estavam juntos.

Nick se despediu em um sinal antes de virar com o carro para a direita.
_ Tchau para vocês, casal do além!
_ Casal do além? _ Joe, rindo.
_ Claro... Você chama ela de anjo e ela vive falando que você tem o corpo de um Deus e talz...
_ Naada a ver cara... _ Joe balançando a cabeça enquato ria.
Nick Jonas balançou os ombros rindo.
_ Falou então, querubim! _ Nick virou na curva e Miley deu tchau abanando a mão sorrindo ao lado dele.
Joe e Demi continuaram o caminho.
_ Quer ir pra casa? _ ele disse, olhando para e ela sorrindo.
_ Claro! Ou você quer ficar assim molhado? _ ela falou, analisando a camisa molhada grudada no corpo dele.
_ Não vou ficar com essa roupa por muito tempo, acredite ..._ ele compeltou, rindo. Ela retribuiu. _ Bem... Acho que vamos pro meu apartamento... Você já tá praticamente morando lá mesmo... Sabe você tá demorando muito... Já é um ano de namoro... Completo hoje aliás...
Demi olhou para ele, achou que ele não se lembraria. E ele nunca esquecia nada...
_ Eu vou para lá... Combinamos isso lembra? Amanhã eu já vou estar levando minhas últimas coisas depois do trabalho... _ Um relâmpago iluminou a rua de repente.
_ Bom mesmo... _ ele, fingindo superioridade. Demi mostrou a língua e olhou para frente.
Joe a olhou por uns segundos. Seu anjo estava lindo aquela noite.
Parou o carro na garagem e saiu correndo atrás dela que saltitava na escada rindo. Ela era uma garota com espírito de criança e alma de mulher... Ele não se cansava de prestar atenção em tudo... Nunca queria perder nada dela...
Entrou no apartamento bem arrumado. Demi nunca acreditou que fôsse ele que arrumava, até ver ele só de bermuda arrumando tudo um dia que chegou lá de surpresa.
Ele tirou a camisa molhada e jogou em cima do sofá. Demi tirou a própria jogando ao lado da dele.
Joe parou para olhá-la. O corpo perfeito... A mulher perfeita.
Seus sentimentos por ela se dividiam em duas partes bem destintas: A que ele a amava mais do que a própria vida, sempre querendo estar com ela, sendo amigos, companheiros, cumplices e amantes...
Amantes... A segunda se resumia a isso... Ele nunca havia sentido nada comparado a atração que o corpo dela tinha sobre o dele. Os dois podiam estar em qualquer lugar... A atração que um tinha pelo outro superava qualquer obstáculo ou vergonha... Eles amavam o corpo um do outro... Juntos... As suas almas se sentiam completas na união dos corpos...
Demi o olhava sorrindo. O sorriso de criança com a sensualidade no olhar que lhe fazia arrepiar.
Ele se aproximou devagar... E pegou em sua cintura com delicadeza.
_ Feliz aniversário de namoro... _ ele disse lhe dando um beijo na testa. Demi sorriu.
_ Pra você também, meu homem perfeito.
_ Não sou perfeito... _ disse fazendo uma carinha fofa.
_ Pra mim está sob medida...
Joe lhe beijou devagar, sentindo cada curva do corpo dela com as mãos, tirou sua calça devagar acariciando suas pernas enquanto ela desabotoava sua calça. Ele se ajoelhou para terminar de tirar sua calça enquanto beijava sua barriga descendo para as coxas, logo depois as pernas, Demi fechou os olhos sentindo a boca quente dele em sua pele, ele segurou uma de suas pernas enquanto subia novamente com seus beijos, colocou seu corpo contra a parede a prensou com força. A deixou nua enquanto beijava todo seu corpo devagar. Ela passava as mãos em seus cabelos de olhos fechados, Joe deu um impulso a colocando em seu colo enquanto andava em direção ao seu quarto, começou a chover forte do lado de fora, Joe se sentou no sofá ao lado de sua cama olhando para o corpo dela que ficou sentada em seu colo de frente para ele.
_ Eu te amo tanto... _ ele disse rouco, olhando nos os olhos dela.
_ Eu também te amo... _ o rosto dela foi iluminado por um relâmpago enquanto ele gemeu baixo ao seu ouvido quando ela lhe deu um beijo no pescoço.
Ele apertou sua cintura enquanto ela se movimentava devagar sobre ele e descansou a cabeça sobre seu colo.


Joe acordou com Demi dormindo traqüila ao seu lado. Ela tinha o rosto mais lindo que ele já vira... Nunca conseguia se lembrar de um mais perfeito. Ele sempre prestava atenção quando ela estava dormindo. Não perdia um movimento dela, nem mesmo seu colo subindo e descendo enquanto respirava. Ele gostava de decorar cada expressão que ela fazia, e sempre imaginava o que ela estava sonhando, e se seria com ele quando ela sorria.
Ele tinha ficado viciado nela. Tinha se esquecido de como era antes dela. E não se imaginava mais sem ela. Demi era sua vida.
Ela abriu os olhos devagar, ele fechou os olhos rápidos e fingiu estar dormindo, sabia que ela odiava quando ficavam a olhando dormir.
Demi acariciou seu rosto e ele abriu os olhos sorrindo.
_ Já falei para não me olhar dormindo ... _ sorrindo.
_ Ué... Mas eu acabei de acordar...
_ Não minta, Joseph... _ ela, se levantando.
_ Como você sempre sabe?
_ Você sempre espreguiça antes de abrir os olhos... Quando fica me olhando você simplesmente sorrí... E já a quinta vez que eu te conto isso. _ ela disse rindo e indo para o banheiro.
Joe sorriu deitado olhando para o teto.
_ AHHH Bi... É melhor se apressar... Já são dez horas... Seu patrão, lembra? _ ela disse, parando na porta.
Joe olhou para fora assustado.
_ Ai Carambaa! _ se levantando.


A chuva predominou naquele dia, fazendo com que chegassem molhados até a alma em casa.
Joe não parava de sorrir por ter sido promovido.
Demi sorria para ele. E a chuva não dava trégua. De repente um raio e um trovão e os dois ficaram quietos no escuro.
Joe andou até onde ela estava. Demi o abraçou no mesmo momento que outro raio caia mais perto do apartamento.
Demi morria de medo. O cachorro de Demi começou a latir no quarto. Joe a soltou para ir olhá-lo mas Demi o segurou.
_ Joe não!... Eu estou com medo..._ o abraçou.
Joe acariciou seus cabelos sorrindo para a escuridão na sua frente.
_ Uma mocinha do seu tamanho com medo de tempestades?
_ Não é isso... Raios me deixam nervosa... Sempre deixaram... Só isso.
_ Não se preocupe eu estou com você... Sempre estarei, meu anjo... Nunca precisa ficar com medo... Nunca vou deixar você quando estiver com medo, ok?
_ Promete?
_ Eu prometo.
Ele a abraçou mais forte e lhe deu um beijo depois a puxou para pegarem uma lanterna e irem procurar o cachorro, que a essa altura estava escondido atrás da geladeira.


_ Eu aceito... _ Demi disse entre lágrimas para Joe. Era aniversário de três anos de namoro, o que mais certo do que pedí-la em casamento?
Nick e Miley deram vivas, os dois completariam três anos de namoro dali a quatro dias.
Joe a abraçou sorrindo. Demi lhe deu um beijo e olhou para a aliança que ele colocara em seu dedo durante o pedido.
Ela estava noiva... Noiva do homem que amava... Agora ela poderia dizer para quem quisesse ouvir, são muitas as probabilidades de um flerte no metrô dar certo...
Joe a abraçou e a apertou.

_"I could spend my life in this sweet surrender
I could stay lost in this moment forever
Every moment spent with you is a moment of treasure"

_ Cantar isso é injusto, mocinho... Não é para me fazer ficar desidratada de tanto chorar com minha música preferida...
_ Demi, ainda sendo apertada por ele.
_ Mas ela diz o que eu sinto... _ ele prosseguiu, sentindo o perfume do cabelo dela.
Demi sorriu enquanto ele continuou.

_ "Don't want to close my eyes
I don't want to fall asleep
Cause I'd miss you babe
And I don't want to miss a thing"

Ele a olhou sorrindo. Demi retribuiu. Ele era realmente... Perfeito.
Joe acariciou o rosto dela. Era seu anjo... Seu lindo anjo.


_ Joe, pelo amor de Deus, respira cara... _ Nick disse ao lado do amigo no altar.
Joe tremia descontrolado. Por que simplesmente ele não podia ficar parado e Demi estar lá do lado dele de uma vez? Não precisaria esperar tanto...
De repente todos se levantaram e Nick foi para o lado de Miley, que sorria com os olhos cheios d'água para a porta da igreja.
Demi veio em seu vestido branco, uma coroa de estrelas sobre os cabelos e a testa. Seu buquê de orquídeas em suas mãos. Joe não conseguia respirar.
Não conseguia piscar.
Era um anjo.
Era um anjo andando em sua direção.
Ele não conseguia parar de olhar... Não faria mais nada... Ele queria aquela imagem em sua mente para a eternidade...
Para todo o sempre.


_ Se eu fôsse você não pegava nisso não... _ Demi, rindo da cara de Joe que tentava pegar um esquilo.
_ Demi é só um esquilo! O que ele pode fazer? _ Joe, rindo irônicamente. Demi começou a rir. Não sabia o que um esquilo podia fazer, mas sabia que Joe não era bom com animais.
_ Err ainda acho que...
_ AAHHH Demi EU VOU MORRER! _ Joe deu um pulo em direção a ela enquanto o esquilo corria atrás dele. Demi começou a rir descontrolada enquanto Joe se escondia atrás dela e o esquilo dava meia volta e ia embora. _ EU VOU MORRER! EU VOU MORRER! _ disse mostrando a mão para ela.
_ Joe, calma! _ Demi, rindo e segurando o rosto dele. _ Que foi que houve?
_ Ele me mordeu! O esquilo me mordeu! E se ele tiver raiva?! E se ele fôr doente?!
_ Joe, calma... Nada que possa te atingir... _ ela riu enquanto Joe a olhava indignado. _ Quer dizer... Ele não tem nada... Vem... Vamos pro hotel e aí você lava esse dedo... Por favor Joe, é nossa lua de mel não vai ficar paranóico como naquela vez que você cismou que a minhoca tinha te mordido...
_ Mas tinha mordido! Você viu!
_ Tá Joe... Vamos...
_ Só se prometer me fazer um carinho depois... _ ele disse com um bico e um olhar de piedade.
_ Faço o que você quiser... _ ela respondeu, o abraçando.
_ Opaa... Assim eu me sinto bem melhor...
Ele a abraçou e lhe beijou enquanto se encostava numa árvore.


_ Vem... Eu preciso te contar... _ Demi puxou Joe para o fim da lanchonete. Eles estavam em horário de almoço no trabalho.
Joe a seguiu, olhando sem entender. Aquele sorriso era sempre motivo de algo muito bom.
_ Por que você está assim? _ ele disse quando se sentaram e ela o olhou animada.
_ Já era pra você saber mas... Eu só queria confirmar uma coisa... Uma não, duas...
Joe a olhou com a cabeça de lado. Demi tirou da bolsa um papel e entregou a ele sorrindo. Joe começou a ler e abriu um sorriso com o olhar abobalhado.
_ Bem... Eu estou grávida... De gêmeos... Dois meses...
Joe sorriu abobado. Não estava processando a notícia.
Demi sorriu olhando para ele. Sempre ficava com aquela cara de bobo quando ficava sabendo das coisas de repente.
_ Gêmeos? Eu... Minha nossa... Eu... Demi... _ ele se levantou e a abraçou rindo. Seu anjo estava esperando seus filhos. Ele não conseguia acreditar!
_ Eu te amo tanto... _ ele falou, a colocando no chão enquanto algumas pessoas olhavam para eles sorrindo. _ Eu te amo... Mais do que tudo...
Os dois se olharam sorrindo.
_ Opa! A gente tem que contar pro Nick e pra Miley... Ainda dá tempo. Vamos?
Demi sorriu, confirmando, mas sentiu um arrepio e por um momento tudo pareceu ficar frio. Estremeceu e olhou para fora preocupada, nunca tinha sentido nada comparado àquilo.
_ Não sei... Vamos... Esperar um pouco...
_ Mas assim não poderemos falar com eles... Só tenho mais meia hora... Vamooos... _ ele disse a puxando. Saíram da lanchonete e olharam para umas pessoas que corriam para o lado contrário que eles. Viram um homem correndo e dois policiais correndo atrás dele.
Joe parou de andar e pôs o braço na frente de Demi a impedindo de continuar. O rapaz que corria estendeu uma arma, Joe se colocou na frente dela no mesmo momento que ouviram um estrondo, várias pessoas gritaram se abaixando e Joe fez um movimento para trás, enquanto Demi ficava muda, olhando para ele.
Ele a olhou apavorado e caiu aos pés de Demi que olhava para ele de olhos arregalados.
Os policiais continuaram correndo atrás do rapaz que quase foi atropelado por um ônibus, mas continuou seu caminho. Joe olhou para Demi com o rosto contorcido de dor.


~~End Flashback~~


Demi se abaixou e colocou a cabeça de Joe em seu colo. Seus olhos estavam cheios de lágrimas sem que ela sequer percebese.
Joe respirava rápido, com a mão sobre o toráx, seus olhos estavam cheios de lágrimas.
_ Joe... Jonas, VOCÊ TÁ BEM? _ Demi olhou para a mão dele tomada pelo sangue. Joe olhava para ela com os olhos vidrados e a testa enrrugada. Demi não sabia o que fazer ou o que pensar. _ Demi... Demi... _ ele disse fraco, enquanto tentava respirar. Sentia uma dor insuportável.
Demi olhou para os olhos dele deseperada. Olhou em volta e via pessoas correndo e algumas olhando para eles.
_ CHAMEM AJUDA, POR FAVOR! PELO AMOR DE DEUS! _ disse chorando para um rapaz e uma moça que os olhavam chocados.
Os dois correram juntos até um telefone.
Joe respirou descompassado e fechou os olhos.
Demi colocou as mãos sobre seu rosto chorando.
_ Joe... Por favor... Não me deixa aqui... Eu estou com medo... Eu estou com medo... _ Joe abriu os olhos devagar dando um sorriso triste e acariciou o rosto de Demi, que estava lavado pelas lágrimas que escorriam deixando seus olhos vermelhos.
Joe olhou para ela.
_ Não faz assim... Eu... _ ele fechou os olhos por um momento e depois olhou para o rosto cheio de dor da garota. _ Eu sempre vou estar com você... Sempre... _ as lágrimas começaram a escorrer pelos seus olhos.
_ Joe... Não... Eu não posso... _ ele colocou a mão em sua boca. Ela olhou para ele com a dor aumentando mais e mais.
_ Demi... Eu tô aqui... Eu... _ ele deu um gemido e contorceu o rosto em dor, olhou para ela e sentiu seu corpo ficando dormente.
Demi se desesperava mais a cada momento.
Demi apertou seu corpo contra o dele, não queria perder seu calor. Joe chorou entre seus braços... Não era assim que ele esperava que terminasse... Na verdade, ele nunca esperou isso.
_ Por favor... Não chora... _ ele disse com a voz fraca. Demi sentiu o peso do corpo dele aumentar sobre seu colo.
_ Joe, não fala nada por favor...
Joe viu o rosto dela sem foco. Ele estava indo e deixando seu anjo. Fez força e a olhou fixamente, ele não podia ir sem antes dizer o que queria.

_ "Don't want to close my eyes
I don't want to fall asleep
Cause I'd miss you babe
And I don't want to miss a thing
Cause even when I dream of you
The sweetest dream will never do
I'd still miss you babe
And I don't want to miss a thing" _ ele falou entre pausas em que ofegava e sorria olhando para ela, Demi se desesperava apenas com o sorriso triste que estava no rosto dele, e ele estava feliz... Ele estava cantando para seu anjo.

_ Joe... Shiii... Por favor... Não faz isso... _ Demi colocou os dedos sobre a boca dele.

_ "Lying close to you feeling your heart beating
And I'm wondering what you're dreaming
Wondering if it's me you're seeing
Then I kiss your eyes
And thank God we're together
I just want to stay with you in this moment forever
Forever and ever" _ ele falava o mais claro que conseguia. Tinha que dizer aquilo para ela... Tinha que fazê-la sentir o que ele sentia por ela...

_ Joe pára... Eu estou com medo, não faça isso... Pára ou você vai ficar fraco... Eles já estão chegando... A ajuda está chegando... _ Demi falava descontrolada, olhando para o rosto dele ficando branco. Ele não podia cantar aquilo... Demi sentia... Era uma despedida, e ela não queria nem iria dizer adeus! Acariciava seu rosto com as mãos tremendo.

_ "I don't want to miss one smile
I don't want to miss one kiss
I just want to be with you
Right here with you, just like this
I just want to hold you close
Feel your heart so close to mine
And just stay here in this moment
For all the rest of time" _ ele olhou para a boca dela _ Demi... Sorria para mim... Me dê um sorriso... _ ele disse, colocando a mão em seu rosto. Demi sentiu que ele também tremia...

_ Joe...
_ Demi... Por favor...
_ Joe, não faz isso comigo... Você está me assustando... Pára... _ seus olhos ardiam, enquanto Joe fechava e abria os olhos cada vez mais devagar.

_ "Don't want to close my eyes
I don't want to fall asleep... _Ele fez uma pausa e respirou com dificuldade. _ I'd still miss you babe, And I don't want to miss a thing"

Dessa vez suas palavras saíram fracas. Ele segurou em sua mão com força. Estava com medo, e dessa vez era ele que estava com medo... Mas sentia a dor dela aumentando enquanto ela chorava. Ele já não sentia dor, seu corpo estava dormente perante o dela, ele não conseguia mais sentir nem mesmo a pele dela que o abraçava, como queria poder fazê-la parar de chorar. Só conseguia ouvir o choro dela, tentou se lembrar de todos os momentos com ela.
Em sua cabeça surgiu a imagem de Demi entrando na igreja no dia do casamento.
_ Um anjo... _ Joe disse, acariciando seu rosto. Sua mão estava mais fria e Demi não conseguia parar de chorar.
_ Joe... Não faz isso...
_ Sorria para mim... Por... Por favor... _ ele falava cada vez mais com mais dificuldade.
Demi olhou para ele desconsolada.
_ Lembra de... Lembra de quando eu e você ficamos sozinhos naquele parque ao lado da casa dos meus pais?
Demi se lembrou e sorriu.
_ Lembro... Você foi atacado por pombos quando estava comendo biscoitos... _ disse sorrindo entre as lágrimas que continuavam insistentes.
Joe sorriu ao ver o sorriso dela, era o sorriso mais lindo.
_ Lembre-se disso... Dos nossos... Momentos. _ Joe disse, abaixando a mão e colocando sobre o peito, fechou os olhos por um momento, estava sentindo que não conseguiria ficar mais por muito tempo alí com ela. Demi o apertou mais.
_ Jonas, ABRE OS OLHOS, POR FAVOR!
Joe abriu os olhos devagar, sorrindo.
_ Isso não dói, sabia? É tão estranho... _ deu um sorriso e virou a cabeça no colo dela devagar, Demi tremia com as mãos em seu rosto _ Demi... Cuida deles... Ame-os muito... Eu estarei ... Estarei... Com você... Eu vou estar esperando por você lá... _ ele olhou fixamente para ela. Demi começou a chorar com mais intensidade. Sua dor se espalhava pelo seu corpo. Ele não podia fazer isso com ela... Ela o amava mais que tudo!
_ Joe... Eu te amo tanto... Não... _ ela disse entre soluços. Ele levantou a mão com um último esforço e acariciou seu rosto, Demi sentiu que ele fazia força para ela se paroximar, se abaixou e ficou com o rosto próximo ao dele.
_ "And thank God we're together just want to stay with you in this moment forever... forever and ever" Eu... amo... _ ele lhe deu um beijo, abaixando a mão e deu um sorriso fraco. Seus olhos focaram-se nos dela e se fecharam devagar enquanto ele parava de respirar. Demi sentiu o corpo dele ficando pesado sobre o dela. Ela não conseguia acreditar... Não podia... Olhava desesperada para os olhos fechados dele.
_ Joe... _ ela balançou o seu corpo inerte.
Joe não tornou a abrir os olhos.
Demi olhou para o rosto tranqüilo dele.
_Jonas... Jonas, ABRE OS OLHOS... POR FAVOR... EU ESTOU COM MEDO... _ ela apertou a mão dele com força e colocou sua cabeça em seu peito, ela o tinha perdido... Ele havia ido embora. _ Joe... Volta... Por favor... Eu estou com medo...
Suas lágrimas caíram no rosto dele uma atrás da outra. Sua vida tinha ido embora... Tudo que amava tinha ido... Ela não o tinha mais...
Ela estava sozinha...


Depois disso Demi não ouvia mais nada. Não sentía mais nada. Seus olhos não saíam de cima dele. Pessoas chegaram e tentaram tirará-lo dela. Mas ela se agarrou ao seu corpo. A colocaram numa ambulância onde ela ainda estava abraçada a ele. Ele já não estava mais quente... Tinha que esquentá-lo. O abraçou forte contra o seu peito, enquanto ouvia uma pessoa falando com ela. Não conseguia entender nada... Na verdade não queria... E a pessoa tentava de todas as maneiras tirá-lo dela... Mas, por quê?

Depois a separaram dele. Ela chorou, gritou...
Não tinham o direito de tirá-lo dela!
Mas ele se foi, deitado, quieto. Ela sabia que nunca mais iria vê-lo se espreguiçando de manhã, ou que iria dar aquele sorriso ao fingir que estava dormindo quando realmente estava a olhando dormir, ela nunca mais sentiria o calor do corpo dele, o único calor que lhe fazia ficar calma.
Um tempo depois ouviu a voz de Miley e Nick, sentiu alguém abraçá-la, mas não queria saber de nada... Só queria tê-lo de novo...
_ Ela está em estado de choque... É melhor ficarem ao lado dela, pelo bem dela e dos bebês...
_ Bebês?
Demi ouvia as conversas mas não conseguia se juntar aos outros no mundo real.
Não havia mais um mundo real... sentiu Miley a apertando num abraço acompanhada por Nick Jonas, que também chorava.
Demi ficou com a imagem triste, mas tranquila, de Joe na cabeça.
Ela o amava... E agora iria viver sem ele...
Ele esperaria por ela...
E ela iria se lembrar do amor verdadeiro que nasceu em lugar inesperado, iria se lembrar do amor verdadeiro que ela aproiveitou por cada segundo, o amor que ele dizia que nunca queria perder nada. Ela se lembraria dele para sempre.
E diria para seus filhos que a vida é para ser vivida, sem perder nenhum momento, para viver aproveitando cada segundo com as pessoas que amam... Estejam perto ou longe, ou sejam essas pessoas que fôssem.
E iria viver ao lado deles os amando.
Não iria perder nada das vidas deles...
Nada...
Porque os amava. E porque, simplesmente, ela sabia que ele iria querer aquilo e por isso o faria...
Porque...
O amava.


Eu poderia ficar acordado só para ouvir você respirar
Ver o seu rosto sorrindo enquanto você dorme

Enquanto você está longe e sonhando
Eu poderia passar minha vida inteira nessa doce entrega
Eu poderia me perder neste momento para sempre
Todo momento que eu passo com você é o máximo

Não quero fechar meus olhos
Não quero pegar no sono
Porque eu sentiria a sua falta, baby
E eu não quero perder nada
Porque mesmo quando eu sonho com você
O sonho mais doce nunca vai ser suficiente
E eu ainda sentiria a sua falta, baby
E eu não quero perder nada

Deitado perto de você, sentindo o seu coração bater
E imaginando o que você está sonhando
Imaginando se sou eu quem você está vendo
Então eu beijo seus olhos e agradeço a Deus por
estarmos juntos
Eu só quero ficar com você
Neste momento para sempre, para todo o sempre

Não quero perder um sorriso
Não quero perder um beijo
Bom, eu só quero ficar com você
Aqui com você, apenas assim
Eu só quero te abraçar forte
Sentir seu coração perto do meu
E ficar aqui neste momento
Por todo o resto dos tempos

FIM
Eu realmente chorei lendo isso. Foi só um aquecimento pra minha história, agora:

- NÃO fui eu que escrevi
- NUNGUÉM vai morrer na minha história

Só algumas coisas vão ser parecidas, ok?

PS: E vou estar fazendo um concurso de ''Finfic do mês'' ou ''Mini fanfic da semana'' ou os dois. Esperem os detalhes amanhã no Jemistry :)

PS 2: ''Fanfic'' é a mesma coisa que ''História'' em português. Só explicando pra quem não sabe :)

8 comentários:

  1. Vooc poderia me dizer, como vooc faz pra negoçio, da fonte rosa, fica atras da fonte preta. FIM???

    ResponderExcluir
  2. Nossa... acredite, eu terminei de ler agora, e chorei cara... seriiiuh, :(
    Eu chorei mesmo... que triste :(

    Beijos
    ;*

    ResponderExcluir
  3. Sério ja é a segunda vez que leio a fanfic e começo a chorar descontroladamente, sabe é tão linda eu AMEI de verdade nunca tinha lido nada tão lindo assim adorei, ainda mais ler essa fanfic ouvindo aerosmith é realmente pra chorar muiiito , perfeito queria saber onde você achou mais dessas que e perfeita maravilhosa mesmo ;D

    ResponderExcluir
  4. nooooossaaaaa eu tou chorando mt akiii mt liiindaaa AMEI tou chorando q nem uma louka aki

    ResponderExcluir
  5. Nossa, minha mãe perguntou se eu me machuquei ou alguma coisa . Meu Deus, ficou linda a história !!

    ResponderExcluir
  6. este link poderá interessar
    http://www.e-castig.com/index.php?r=M1Oui

    ResponderExcluir
  7. Chorei muito! Amei essa história, quem escreveu tem muito talento♥

    http://biquinhos.blogspot.com/

    ResponderExcluir